Tudo o que eu escrevo é de improviso. Um improviso pensado.

.posts recentes

. Reforço positivo

. Tenho rezado todos os dia...

. Relembrando Eça

. Marx avisou

. Onde arranjar metáforas?

. Esperar é uma virtude

. Aprender uma língua

. A culpa é do remador

. Ralhar não dói

. Escrever também cansa

.arquivos

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

As coisas mudam

 

Há três anos e pouco que iniciei o blog.
Na altura foi um grande entusiasmo. Escrevia que me fartava. Visitava os outros blogs. Alguns tornaram-se passagem obrigatória até hoje. Procurava imagens. Publicava fotos. Mudava as músicas amiúde.
 
Tive algumas dores de cabeça por não saber manusear o blogger. Perdia posts. Perdia imagens. Uma vez perdi o blog. Andava desolada.
 
Com o tempo fui espaçando as minhas publicações. Cada vez mais e mais.
Por falta de tempo. Por falta de assunto. Por falta daquelas pessoas a que já me tinha habituado e acabaram com os seus blogs.
 
As coisas mudam. Levamos anos a fazer sempre a mesma coisa e de repente as coisas mudam. Ou então não mudam de repente. Mudam devagarinho. Acontece uma coisa agora. E outra daqui a bocado. Acontecimentos  sem importância a que até nem damos significado nenhum mas que são um prelúdio para o grande acontecimento, aquele que muda a nossa vida em 180 graus.
 
E assim de repente, ou devagarinho, fiquei sem tempo para o meu blog, porque desvio a minha motivação para outro acontecimento, acumulação de prelúdios. E, contudo, sem querer perdê-lo de vez, vou à gaveta e nada. Nem um texto da Ana e Leonor, nem um Fragmento, nem um momento da escola.
 
Apenas o vazio de uma gaveta à espera de mais tempo para ela.
 
 
 Leonoreta

publicado por leonoreta às 20:37

link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De António a 6 de Setembro de 2008 às 09:44
Olá, minha querida Leonor!
O que te acontece também sucede comigo e com muitos outros.
Quasi todos, diria eu...
Mas vou conseguindo manter o meu vivo!
Aguenta o teu, também!
Fazes-me falta!
Beijinhos


De Escritora de Post-its a 6 de Setembro de 2008 às 13:04
Olá Leonor

Compreendo perfeitamente a sensação... também se passa comigo por vezes. O que faço é talvez um "vício" de alguém que trabalha em comunicação e escreve há vários anos: um bloco e uma caneta sempre à mão.

O blog "Post-it" ajuda no próprio conceito: posts pequenos...

Espero que não deixes de desenvolver as tuas capacidades e desafiar-nos com os teus textos.

Escritora de Post-its

P.S. - Tens razão. "Aquele" é alguém singular na minha vida.


De Jorge Santos a 6 de Setembro de 2008 às 19:10
Olá Leonor. < BR > comigo aconteceria o mesmo, ou seja, teria a mesma sensação, se pensa-se em termos de o que fazia e fui fazendo menos, com menor frequência. Mas eu e o "conteúdos", temos um compromisso livre da obrigação de actualizações. Gosto de escrever, e, gosto de aprender a escrever cada vez melhor e nesse sentido, e por esse motivo criei os conteúdos ", com alguns empurrões " de pessoas que achavam, acham que tenho uma boa atitude para com as palavras... < BR > E assim deixamos estar, uns dias mais intensos, outros mais ausentes. Já estou acostumado a ver se o sinal laranja dos Feeds está a brilhar, pois é sinal que alguém escreveu algo novo nos seus Blogues, e os teus improvisos já são de leitura obrigatória < BR > Fica bem! < BR > Beijinho.


De meldevespas a 8 de Setembro de 2008 às 10:15
Bom dia leonor.
Parece que esse é um mal geral....é como tudo nesta vida, momentos de paixão quwe vão sendo aos poucos substituidos por momentos de puro prazer de compartir...sim sim , estou a falar dos blogs ;D
A princípio também achava que tinha que escrever a toda a hora, manter a chama acesa. Depois vai-se saboreando o gosto das palavras..e olha eu ainda vou tentando a actualização semanal, porque gosto muito de escrever, e isso é mais que certo, mas também , se não acontecer, não é drama...é só falta de inspiração....
Vai lá escrevendo quando quiseres, só não desapareças, tá bem?
Beijinho e boa semana


De Sempre seriamente na boa a 8 de Setembro de 2008 às 23:04
Olá Leonor!

Como eu te compreendo. Talvez como tu, eu gosto de fazer muitas coisas, além do meu trabalho que adoro, os meus hobbies de pintura em pastel, o meu biscuit, o meu tricot transformado em roupa, agora o meu blog. Coisas que vou fazendo consoante o meu estado de espirito. Mas jamais escreverei no meu blog, ou nos dos outros, ou farei os meus hobbies por obrigação, ponto. Por favor faz o que te der realmente prazer na hora em que te apetecer fazer. Mas eu talvez tenha um dedito que adivinha que isso é apenas uma questão de cansaço mental momentâneo, porque tu gostas e sabes escrever. Sei por experiência própria que fazer sair as palavras, faz bem ao ego, mas nem sempre né? Por vezes precisamos de tempo para nos organizarmos, por este ou por aquele motivo.

Um beijinho muito grande

Lis


De pedro alex a 10 de Setembro de 2008 às 14:14
Leo, tanto eu como tu já pensamos sobre o tempo por isso ambos sabemos que tempo não nos falta.
Bj


De yuri a 11 de Setembro de 2008 às 21:32
É a tal história do primeiro assombro... O corpo farta-se. É só uma questão de esperar pela vontade agora. Ela que apareca!


De Daniel Aladiah a 20 de Setembro de 2008 às 20:05
Likewise my dear... :)
Um beijo
Daniel


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.tags

. todas as tags

.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds