Tudo o que eu escrevo é de improviso. Um improviso pensado.

.posts recentes

. Reforço positivo

. Tenho rezado todos os dia...

. Relembrando Eça

. Marx avisou

. Onde arranjar metáforas?

. Esperar é uma virtude

. Aprender uma língua

. A culpa é do remador

. Ralhar não dói

. Escrever também cansa

.arquivos

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Fragmentos dela, dele e às vezes dos outros (15)

Os meses de Maio e de Junho são tímidos na sua natureza. O sol tão depressa desponta por entre as nuvens como a seguir se esconde no meio delas, ainda chuviscando, ainda fazendo frio.

Ele apareceu de gabardine beje claro. Ela vestia um blazer curto da mesma cor. Abrigaram-se de uns pingos de chuva que teimavam em molhar aquele encontro que surgiu tão inesperado.

- Quero dar-te um abraço. – disse ele ao telefone.

- Estás cá? – perguntou ela contente pela surpresa.

No banco de pedra do jardim, falaram de coisas triviais, pueris, daquele  homem que vive  enquanto preocupado com o tempo e do outro homem que vive enquanto preocupado com as horas. As horas não interessam para o homem do tempo.

- Gosto das coisas que tu escreves. – disse ele.

Ela sorriu vaidosa e agradecida pelo tempo que ele lhe dedicava.

As coisas que ela escrevia! Momentos reais da memória enlaçados com momentos sonhados do desejo. Ela nem sabia porque escrevia o que escrevia. Impulsos de recriar uma realidade onde ela era a heroína.

Na despedida deram um abraço. Um abraço morno e apertado de quem andava de mãos dadas há já algum tempo de um tempo sem horas.

 

Leonoreta


publicado por leonoreta às 18:40

link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De Casimiro a 6 de Outubro de 2007 às 15:16
E são tão bons esses abraços, não são?


De António a 6 de Outubro de 2007 às 19:47
Querida Leonor!
Um texto belíssimo que encerra uma poesia que muitos poemas não tem.
Adorei!

Beijinhos


De Arte por um Canudo a 6 de Outubro de 2007 às 23:33
Texto...lindo como sempre. Os momentos que nos dão prazer não escolhem horas e todas as horas podem fazer momentos ideais.Bom Fim de Semana.Bjs


De almapater a 8 de Outubro de 2007 às 00:32
há nela e nele, uma urgência tão urgente, que o tempo, não se faz mais de horas, nem de dias, nem de meses ou anos. Faz-se do deambular entre a premência, e o entendimento, como se a certeza, tivesse mesmo vencido a escala temporal do pensamento.

É Outono. Há urgência nos nevoeiros que cobrem o rio. Logo logo, os plátanos despem-se, e os diospiros, deixam de deixar a boca grossa.

Boa semana , escritora!


De pedro alex a 8 de Outubro de 2007 às 18:59
E se em Maio come a velha as cerejas ao borralho, neste tempo comeria eu umas castanhas ao ler-te não fosse o estardalhaço de cascas que faria neste teclado já de si pouco asseado.
E eu também gosto das coisas que escreves Leonor, este teu registo de relacionamentos mornos mas com asas para muito mais deliciam qualquer mortal, oh se deliciam. A mim deliciam-me e irritam-me a imaginação, oh se irritam.
Bj


De meldevespas a 9 de Outubro de 2007 às 10:54
Também gostei da meneira como escreve Leonoreta!
(é a da lambreta? ;D)
Muito poético este texto, e ao mesmo tempo tão simples e quotidiano.


De alexiaa a 10 de Outubro de 2007 às 20:45
As vezes "brinco" aos fragmentos... engraçada a forma como nos tornamos a protagonista!

Eu gosto da forma como encaixas o tempo...

Beijinhos!


De loira incompreendida a 11 de Outubro de 2007 às 14:15
Adorei este texto!

ai, já tinha saudades de encontrar um blog assim, tão fresco e com palavras tão bonitas...

beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.tags

. todas as tags

.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds