Tudo o que eu escrevo é de improviso. Um improviso pensado.

.posts recentes

. Reforço positivo

. Tenho rezado todos os dia...

. Relembrando Eça

. Marx avisou

. Onde arranjar metáforas?

. Esperar é uma virtude

. Aprender uma língua

. A culpa é do remador

. Ralhar não dói

. Escrever também cansa

.arquivos

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

X- Files

Gosto muito de cinema.
Sempre gostei.
Hoje voltei a ir ao cinema. Já há muito tempo que não ia.
 
X- FILES.
 
O confronto da intuição de Mulder com o racionalismo de Scully, dois agentes do FBI, com algumas questões de fé à mistura.
 
Um guião bem construído com a devida pieguice para suavizar teorias existenciais que poderiam ser demasiado sérias e, como tudo o que é sério, maçudo para esta Pós Modernidade de engolir a papa feita sem discussão.
 
Saltei algumas vezes da cadeira. Uma parte ou duas não vi. Fechei os olhos. É um processo que utilizo para a tensão arterial não subir ainda mais e dar-me uma coisa má. Desta maneira nunca vi completamente  Shinning e Psico.
 
Gostei do filme, apesar de ter saído de lá a tremer das pernas.
Vi a apresentação de outro filme: Mirrors.
Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh!!! QUE MEDO!
Esse nem pensar. Levaria mais tempo com os olhos fechados do que abertos.
 
Leonoreta

publicado por leonoreta às 20:34

link do post | favorito

De mac a 22 de Agosto de 2008 às 21:52
Este está na minha agenda para o ir ver...Vi alguns episódios da série, ficando acordada até tarde para a poder ver. E quando digo "vi alguns" é porque a maior parte dos episódios metia-me impressão. Só aquela música...


De Jorge Santos a 23 de Agosto de 2008 às 16:10
Eu adoro cinema, mas o chamado "terror" eu vou contornando por duas razões: ou é mau demais para ser visto, ou é muito bem elaborado e fico incomodado. Não tem a ver com questões de fé ou espirituais, aí o meu ateísmo leva a melhor, tem a ver com movimentos de câmara , enquadramentos de cena que criam ambientes de suspense tal que mesmo que os tente antever, assusto-me sempre e apenas isto: detesto assustar-me :)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds